Afinal, o que é manutenção preventiva?

Afinal, o que é manutenção preventiva?


Atualizado em 02/07/2020

 

Os síndicos muitas vezes possuem problemas quando o assunto são os condomínios. Alguns pequenos reparos que não foram feitos com prevenção podem causar muitas dores de cabeça, e a manutenção preventiva é totalmente eficiente para acabar com isso.

 

Quando nos antecipamos e prevenimos que maiores problemas aconteçam, além de economizar tempo, também economizamos dinheiro, tendo em vista que um reparo pequeno é muito mais em conta que um maior.

O que é manutenção preventiva predial?

O objetivo da manutenção preventiva predial é efetuar reparos com antecedência, ou seja, antes mesmo do problema se agravar. Todos os equipamentos e setores de um condomínio podem utilizar a manutenção preventiva a seu favor.

 

Aderindo a manutenção preventiva, além de economizar dinheiro, o síndico também terá mas tempo para cuidar de outros problemas e uma durabilidade maior de todos os equipamentos (bóias das caixas d’água, bombas elétricas, piscinas, saunas, área de lazer das crianças, academia etc).

 

Essa seria a gestão dos sonhos de um síndico, não é? Então, entenda que investir em manutenção preventiva é essencial, principalmente quando estamos falando de um condomínio, em que os moradores são prejudicados caso aconteçam problemas maiores.

A importância da manutenção preventiva

A manutenção preventiva é uma ótima aliada para qualquer síndico de condomínio, isso porque através dela é possível acabar com os problemas antes mesmo que eles prejudiquem os equipamentos.

 

Para você entender melhor sobre a importância da manutenção preventiva, separamos as principais vantagens que ela oferece para os síndicos e condôminos. Confira:

Manutenção preventiva vantagens

É indiscutível que a manutenção preventiva é a melhor forma de fazer uma gestão de condomínio eficiente. Sabe por que afirmamos isso?

 

Efetuando reparos com antecedência é possível: reduzir os riscos de quebra, degeneração dos equipamentos, conservar as peças, atuar antes da manutenção corretiva (que é mais cara), reduzir os custos de compra de novos itens e o envelhecimento dos equipamentos.

Manutenção preventiva desvantagens

Como em todas as manutenções, a preventiva também tem suas desvantagens. Não são muitas, mas é preciso ficar atento: erros na contratação de empresas especializadas no assunto, excesso de custo mensal (quando é mais cara que a manutenção corretiva) e má qualidade do serviço prestado.

 

Portanto, atente-se na contratação da empresa que fará a manutenção. Um serviço mal feito pode prejudicar mais ainda os equipamentos e, consequentemente, o condomínio.

Diferenças entre manutenção preventiva e corretiva

Como você já sabe o que é manutenção preventiva, é importante deixarmos claro as diferenças em relação da corretiva. Basicamente, manutenção preventiva é para prevenção, e corretiva é para correção. Parece óbvio, mas muita gente confunde.

 

Vamos dar um exemplo que costuma acontecer para você entender melhor: um síndico identifica um PEQUENO vazamento na caixa d’água do prédio, e não toma uma ação. Quando esse vazamento ficar maior, o que acontece? É necessário utilizar a manutenção corretiva. Mas, por que esse síndico não parou para resolver o problema quando ele deu início?

 

Pois então, a manutenção preventiva funciona para prevenir a manutenção corretiva, que muitas vezes gera um custo muito maior, prejudicando o síndico e os condôminos.